Você vivenciou a Crise entre “Ser” ou “Ter”?

Você passou pela Crise dos Talentos?
12 de dezembro de 2020
Oportunidades nas Crises da Vida
19 de dezembro de 2020

Você vivenciou a Crise entre “Ser” ou “Ter”?

A Crise Existencial ou Crise de Autenticidade é a última crise dessa série de posts que estamos dando luz nesse momento. Nessa fase, é como se aos 42 anos a crise que começou com o sexto setênio chegasse ao ápice, trazendo descontentamento e dúvidas. E então nos perguntamos: O que virá pela frente? Será que adquirimos valores importantes? Encontramos e exercemos nossa missão de vida?  É como se a vida perguntasse para nós: Como podemos encontrar um novo patamar e encarar novas dimensões para cada uma de nossas biografias?”.

Se usarmos a grande imagem que caracteriza nossa vida em fases (0 aos 21 anos – fase de aprender, 21 aos 42 – fase de lutar e 42 aos 63 anos – fase de tornar-se sábio), aos 42 anos adentramos a fase de “sermos sábios”.  O que nos leva para mais uma questão: Como alcançar essa sabedoria? Por um lado, temos, nessa fase, mais capacidade de julgamento, gozamos de mais maturidade psíquica e emocional. Em geral, já acumulamos alguns bens materiais ou ao menos conseguimos uma renda que seja suficiente para as questões básicas de consumo. Por outro lado, já não temos mais a mesma vitalidade física, a curva biológica começa a declinar, e a crise é classificada como existencial porque nesse momento, como diz Gudrun, ”o ser humano se sente só, totalmente só, mesmo que esteja bem casado, tenha ótimos colegas de trabalho e, provavelmente, já tenha alcançado o status que sempre desejou. O desafio, então, é encontrar valores espirituais e nos reconhecermos como seres únicos, cuidando da nossa própria luz interna. E aí surge mais uma pergunta: como é que encontro o caminho para a essência do mundo e para a minha própria essência?

A resposta para essa questão está na autoeducação, que será fundamental para superar essa crise e para o desenvolvimento das fases seguintes. É como se nesse momento fôssemos convidados a vencer a barreira e a tentação de “começar tudo de novo” no que diz respeito a buscar somente fora (novos desafios profissionais, novos relacionamentos afetivos – aqui costuma-se acontecer muitos divórcios e novos casamentos) o que precisamos cuidar dentro, para promover um renascer por meio do nosso próprio esforço para sairmos dessa crise existencial, é como se nós mesmos nos déssemos a mão para nos tirarmos do poço e da escuridão. Ao fazermos esses exercício também estaremos no caminho de maior aceitação do que somos, de como somos, das nossas histórias e experiências de vida.

Você já vivenciou essa crise? Está em busca de autenticidade? Está passando por esse momento de se questionar profundamente? Gostaria de conversar mais a respeito? Entre em contato, terei grande prazer em te ajudar nessa jornada interna!

Geise Trintinalia
Geise Trintinalia
Sou mãe de um príncipe encantador e tia de 3 sobrinhos maravilhosos. Minha família me nutre. Adoro uma rotina. Planejo tudo que é possível. Sou mais do dia do que da noite. Gosto de coisas bonitas, sofisticadas e elegantes. Aprecio fotos, ler um bom livro, ouvir uma boa música, viagens, decoração de interiores, receber amigos em casa. Nasci, cresci, estudei e trabalhei por muitos anos em São Paulo. Desde 2018, moro e atuo em Massachusetts, nos Estados Unidos, com atendimentos online e sempre engajada em me manter atualizada com as melhores ferramentas de mercado. Pautada em minha história de vida e realizações, meu Propósito de Vida é transformar sonhos em realidade de forma bela, cuidadosa, transparente e amorosa. E os valores que sustentam esse propósito são: Transformação, Experiências Marcantes, Liberdade, Clareza, Autenticidade e Beleza no Resultado. Com esse repertório, experiência e propósito, me coloco à disposição e será um prazer construir com você uma nova jornada de autoconhecimento e desenvolvimento ainda mais repleta de propósito e realização pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *